quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Amizade!

Bom meninas. Eu sumi por um bom tempo. tenho tanta coisa para escrever. Passei por poucas e boas nesses últimos tempos. Na verdade, estou tentando tomar coragem para voltar a ter inspiração. Vamos começar por esse post?!



Eu quero falar hoje sobre amizades. Já vivenciei cada rasteira. que não é fácil, hoje estou muito mais fortalecida. Vou tentar explicar um pouco como identificar amizades verdadeira,  amizades falsas e aquelas que você tem que ter apenas por curtição, interesse em comum ou até mesmo afinidade. Vou falar também como se deve agir antes de entregar sua vida e suas confidências à alguém.

As pessoas tem um jeito esquisito de ver as coisas. Cada um pensa de uma forma,cada pessoa reage de uma forma nas situações que a vida impõe. Conhecer pessoas e conviver com elas fazem parte da vida. É muito importante por troca de informações, vivencia de vida, contatos e até mesmo para a auto-estima. Mas por isso devemos tomar alguns cuidados e prestar atenção nas atitudes alheias. Segue abaixo uma listinha que fiz contando um pouco de cada tipo de amizade:




Amiga baladeira: Mais conhecida como aquela que sempre te chama para balada. Aquela que sempre está tentando encontrar algum namorado, marido ou ficante. ´´A pessoa desesperada por atenção.`` Essa além de sugar você, vai querer que você resolva todos os problemas dela, ou seja, os problemas que ela tem com relacionamentos. Se você não quer ser um psicólogo, caí fora. Se você tem um pouco de paciência e está na onda de curtir. Faça amizade, é bom ter alguém junto com você nas festas e que conheça pessoas. Só não absorva os conflitos internos delas. Amigas assim acham que o álcool, a dança e a azaração vai resolver o buraco que tem dentro delas. E não é isso que acontece, o rombo cada vez fica maior,e a pessoa se sente cada vez mais vazia. Gente bebida não resolve a vida de ninguém, balada muito menos. Fique atenta! Amigas assim, geralmente somem quando realmente você precisa delas, também a cruz de não conseguir um relacionamento é tão grande que as cegam para todo o resto dos problemas do mundo. Quando a festa acabar, acabou amizade. Depois disso, virão outras amigas e assim por diante.



Amiga de trabalho: É aquela que você não sabe se vai receber uma rasteira para ficar com o seu lugar. Observe se a pessoa não se faz de pobre coitada para o(a) chefe, se ela é muito puxa saco. Essas são as piores cobras. Pessoas puxa saco deviam ser excomungadas da face da terra. Chefes adoram pessoas puxa saco, eu particularmente não sei representar e fico abismada com as coisas que o ser humano pode fazer para conseguir uma algo que tanto deseja. Acho que eu vou morrer pobre se depender de puxar o saco alheio para conseguir dinheiro, fama e etc... rs Tome cuidado essas são as mais manipuladoras da face da terra viu!  #ficadica.
Mantenha uma distância considerável de sua vida pessoal e íntima, das pessoas que você convive no seu meio de trabalho. Nada que é nada, trabalho é feito para trabalhar e não para conhecer melhores amigas. Não que você não vá se identificar com alguém, muito pelo ao contrário, sociedade é para isso mesmo. Mas vida pessoal como já se diz é pessoal, intransferível. Evite misturar as coisas. Ir à confraternizações é super legal. Mas ninguém precisa conviver com seu namorado, família ou ao menos saber o que acontece dentro de sua casa e em seus relacionamentos. Toda  informação passada para uma amiga dessas, podem virar a qualquer hora contra você, ela vai saber informações demais para manipular sua vida e te passar uma rasteira dentro do seu ambiente de trabalho, fazendo até que você perca seu emprego.

Amiga de infância geralmente é aquela que vai estar com você para o resto da vida. Como se fosse uma irmã, nela sim você pode contar tudo e se esbaldar. Se ela esteve com você todo esse tempo, vai estar por muitoooo mais tempo.

Amiga de internet: É super legal falar de coisas agradáveis, ajudar pessoas a encontrar o que procuram, jogar conversa fora pela internet e interagir com as notícias do mundo, até mesmo algumas suas. É legal as vezes ter amigas que vibram com você a cada passo que você dá. Mas evite ser a notícia. Tudo que é escrito pode ser muito bem reproduzido e passado para outras pessoas. Nesses casos evite mesmo de contar qualquer coisa da sua vida pessoal. Tem coisas que são inevitáveis. Hoje vejo muita gente escrevendo o que está comendo, onde vai, o que vai fazer. Isso pode ser uma armadilha. Você não sabe quem está do outro lado lendo suas atualizações, vai saber se não tem um sequestrador entre seus amigos, ou até mesmo uma maniaco ou alguém que não te queira tão bem assim. Amizade em internet é super legal para joguinhos, contatos de negócios, contato entre colegas, mas também pode ser uma armadilha sem volta, resultante de uma catastrofe imensa. O que você escreve pode virar uma bola de neve e ser interpretado de várias maneiras pelas pessoas. #fiqueatenta



Amiga de escola ou faculdade: Cuidado que a fofoca rola solta. Mesmo sem notar, um segredo contado para uma amiga de estudos pode ser passado para um grupo de mais ou menos 15 à 45 pessoas. Uiiiii e é o que mais acontece, nunca para uma notícia sobre a vida alheia em uma amiga só. Isso é fato! Novidades alheia se espalha como o vento e são sensação. Fale do que você vai fazer sim, fale sobre as coisas boas da vida, fale sobre besteiras, mas nunca abra seus segredos e intimidades à uma amiga de estudos. É difícil guardar a língua quando se vive em conjunto com muitas pessoas. Mas é importante saber o limite do que se fala.


Amiga vizinha: É aquela que você convive e sabe mais da sua vida que você mesma. Praticamente se tornam da família. Veja se a pessoa tem mania de contar sobre a vida dos outros vizinhos. Se ela tiver essa mania, cai fora, fale oi, seja simpática mas fuja. Porque com certeza a vizinhança inteira vai saber sobre a sua vida, seus costumes, sua rotina, seus defeitos, suas brigas familiares, ou seja, tudo de você. Se você realmente ver que a pessoa não tem esse tipo ´´fofocador``, fique tranquilo. Faça amizade, você vai ver como é proveitoso ter uma vizinha amiga,  nas horas boas e nas ruins, ou até mesmo para te emprestar um suprimento ou uma batedeira na hora que precisar.



Amiga sem amiga: Uiiiiii essa tem problemas sérios. Se ela está sem amigas é porque alguma coisa tem. ´´Tirando o fato de pessoas que chegaram a pouco tempo na cidade (nessas você dá um desconto)``. Elas geralmente tem todos os defeitos de fábrica possíveis e impossíveis. Então corra. A próxima vítima dela pode ser você.



Amiga de todos: Geralmente tem a menina sensação, que tem amizade com todas as pessoas. Essas geralmente são confiáveis. Elas não perdem tempo com a vida dos outros. Mesmo escutando os problemas alheios, sabe ter jogo de cintura, elas te ajudam o quanto podem, mas se importam apenas com a vida delas. Não que você não seja importante para ela, é sim! Agradar os outros é sua diversão. Ela tem tantos amigos, que se for parar para pensar na vida de cada um deles, ela vai passar uma semana ou até um mês pensando e se for contar a vida de todos, não dá, ela não tem tempo para tantas informações. Geralmente ela esquece de seu aniversário, esquece de te ligar, como combinado na semana anterior. Mas é por causa da quantidade de amigos. Fique tranquilo, ela gosta de você, ela é realmente sua amiga, só não tem tempo para administrar todos que à cercam.


Amiga problemática: Sabe aquelas pessoas que não te contam nenhuma novidade boa, só te falam coisas ruins. Essas pessoas não sabem, mas pesam na vida alheia. Precisam de tratamento psicológico urgente, porém, preferem usar as pessoas de psicólogos, é as trevas conviver com pessoas assim. Você pode até tentar ajudar essa pessoa, mas ela mesmo não permite que isso aconteça. Então, aquele ditado que diz ´´pedra mole ou pedra dura tanto bate até que fura`` não existe para essas pessoas. Se você ver que não está dando certo, se afaste, antes que isso influencie negativamente em sua vida. Carregar os problemas alheios não é sua função. Sua função é cuidar da sua vida, para que ela seja uma vida agradável e feliz.



Resumindo: Amizade tem que ser uma via de duas mãos, uma que vai e outra que vem. Tome cuidado para não deixar a via só ir. Isso é desgastante.
Olhe diferente para as pessoas que convivem com você. Veja se você é importante para elas, se elas realmente se interessam pelas mesmas coisas. Se elas vão estar sempre ao seu lado, é impossível de saber, mas fique atenta aos detalhes e as reações que a pessoas apresentam. Isso pode significar muita na escolha de um amigo confidente. As vezes você pode ter que carregar uma cruz que não é sua. Não espere muito de seus amigos, porque quando precisar, talvez não tenha  ninguém disposto a te dar um ombro amigo para chorar.
Pense em você em primeiro lugar sempre!
Viva o hoje, mas mantenha seu particular sendo só seu. É importante ter coisas só nossas.

Bom meninas espero que tenham gostado do meu post!

Deixe seus comentários e sugestões!


Bjosssssssssss

Obs:Pessoas boas existem, pessoas boazinhas demais não existem.

1 comentários:

Joaninha disse...

Texto muito bem escrito! Parabéns Dani e leve seus próprios conselhos ao pé da letra!

Pessoas boas existem, mais boazinhas demais, não!

Beijos e continue escrevendo!

2 de fevereiro de 2012 12:19